EMPRESAS DE TELECOMUNICAÇÕES MOVIMENTAM BILHÕES E FAVORECEM A ECONOMIA

Prospecção qualificada pode ser um diferencial para o segmento

Curitiba, 15 de março de 2018 – O mercado de telecomunicações no Brasil é um dos mais

competitivos do planeta, porque pequenos e médios players conseguem oferecer serviços e
preços próximos às grandes corporações.

São pouco mais de 11 mil empresas atuando no setor, seja por conexão física, seja por
wireless, de acordo com dados do Empresômetro, empresa especializada em inteligência de
mercado. Não parece, mas é uma fatia grande de mercado que chega a movimentar 38 bilhões
de dólares, mas que nos últimos anos vem se mantendo estável.
Para crescer, a principal meta dessas empresas deve ser o B2B (Business-to- Business),
comércio estabelecido entre empresas, oferecendo serviços e soluções a todos os tipos de
negócios, investindo em prospecção e alocação de recursos onde o cliente está.
“Algumas alternativas como Internet das Coisas e Gerenciamento de Processos de Negócios
são realidades para muitos empresários, e é algo que deve ser explorado pelo setor”, destaca
o diretor executivo do Empresômetro, Otávio Amaral.
Mesmo com as alternativas virtuais crescendo, é possível, prestando um serviço de qualidade
e diversificado, manter a receita dessas empresas.
“Quanto mais qualificada for a prospecção dessas empresas, melhor será o índice de retorno,
tendo consequências diretas no faturamento”, explica Amaral.
Inovar e focar estratégias em novos produtos e serviços é uma tarefa árdua para qualquer
negócio, na telecomunicação é ainda mais difícil pela grande concorrência, mas é preciso e
somente aqueles que investirem é que terão sucesso.

 

Conheça as soluções do Empresômetro para o seu negócio em um clique.