Boas práticas na gestão de dados

A tratativa de dados empresariais pode determinar o sucesso do seu negócio

Dados empresariais são um recurso muito valioso e a forma como você realiza a gestão dessas informações pode determinar o futuro do seu negócio. Isso porque, nesse exato momento, o seu negócio faz parte de um quebra-cabeça de mais de 18 milhões de empresas ativas. Isso significa que você precisa ser cada vez mais assertivo para se manter competitivo em meio a esse cenário.

Ainda que pareça claro que, quanto mais informações uma empresa obtiver, maior será a sua chance de sucesso, não é bem assim que essa briga de gigantes funciona. É muito mais uma questão de qualidade, do que quantidade de dados – é o tipo certo de informação e é aí que entra a mecânica de gestão de dados.

Um banco de dados bem estruturado precisa se manter sempre atualizado, organizado e sem redundâncias. Se a informação estiver incorreta, isso pode significar um prejuízo para o seu negócio. Mas como tratar corretamente os dados?

 

Tratamento preventivo de dados

  1. Validação: É necessário verificar os dados que constam dentro da base fornecida e comparar com as bases públicas (disponibilizadas pela LAI (Lei de Acesso à Informação). Os dados inválidos são selecionados para que sejam atualizados;

 

  1. Formatação: É importante verificar se a base segue um padrão lógico de formação e corrigir possíveis erros no layout, de digitação e inserção;

 

  1. Auditoria e Monitoramento: O objetivo desta etapa é saber se alguma informação mudou, se algum dado está incompleto e se será necessário alguma atualização. A execução das melhorias se dá nas ações de correção. Esta ação é importante para saber em que momento sua base necessita de ações corretivas;

 

  1. Alimentação automática: Existem ferramentas que alimentam e completam a sua base de dados, essas ferramentas são utilizadas para evitar erros e aumentar a agilidade da alimentação da sua base de dados;

 

  1. Segurança e Privacidade: É comum termos notícia de algum caso de empresa que teve seus dados divulgados, vazados ou vulneráveis na internet. Por isso, é importante saber onde e como armazenar sua base de dados e definir políticas de acesso para garantir que somente interessados tenham acesso à sua base.

 

Tratamento corretivo de dados

  1. Higienização de dados/Padronização: Realiza-se a validação do CNPJ e do endereço da empresa por meio dos cadastros na Receita Federal e do BNE (banco de dados de endereços dos Correios). Acontece a fusão de dados idênticos que estejam separados, evitando a duplicidade e a padronização das células. Por fim é realizada a limpeza de erros;

 

  1. Atualização de dados: Aqui as informações sobre o cartão CNPJ das empresas são corrigidas e os endereços e números de telefone são atualizados;

 

  1. Unificação de dados: Nesse momento é possível identificar as duplicidades existentes na base de dados. Realiza-se a substituição dos dados duplicados pelo dado correto e a unificação de dados que estejam dispersos ou que não correspondam à mesma célula. Este método garante que não haja duplicidade de clientes;

 

  1. Enriquecimento cadastral: Por meio dos dados que já constam na base, é possível obter mais informações sobre as empresas da base. É ideal para segmentar melhor a base de dados e organizar as informações por nicho.

 

Não deixe seu negócio correr riscos, conheça a higienização do Empresômetro.

 


 

Venha para a melhor versão do seu negócio, venha para o Empresômetro.